Brincando de aprender

Your awesome Tagline

0 notes

Projeto sustentabilidade - Colegio Marista de Brasilia

No ultimo dia 17, todos os alunos do primeiro ano do ensino medio do colegio marista de Brasilia realizaram um trabalho sobre sustentabilidade. Nesse trabalho cada turma ficou responsavel por um problema ambiental. Por exemplo, a turma B ficou responsavel pelo problema efeito estufa. Nesse trabalho, alem de cada turma ficar com um problema ambiental, as turmas tiveram que confeccionar uma camiseta a respeito do problema. Alem disso, produzoram um folder, a fim de informar as pessoas sobre tal problema, e ainda tiveram que produzir um video e um banner. Os resultados foram excelentes. Todos os professores gostaram do projeto, assim como os pais dos alunos e funcionarios do colegio.

1 note


A Saga Crepúsculo: Amanhecer
O filme estreiado nessa quinta-feira dia 17/11/2011, promete lotar as bilheterias e ser recorde de vendas.Veja a crítica de Bill Condon:
Gosto de pensar que eu estava me guardando para este quarto Crepúsculo, para Amanhecer, com todas as suas promessas de nonsense, como se o útero arrebentado de Bella Swan fosse abrir para mim as portas desse maravilhoso fenômeno fílmico-literário, mas o fato é que eu não vi os filmes anteriores da saga por mero desinteresse.Sempre houve curiosidade mórbida, claro, mas não era mais forte que a certeza de já ter adivinhado, mesmo sem ver os filmes, todas as obviedades da metáfora central da série, o vampirismo como alegoria da perda da virgindade. Pois eis que assisto a Amanhecer, e as constatações imediatas são duas:

1) Quando reconheço a autora da série, Stephenie Meyer, fazendo uma ponta no início do filme como convidada do casamento de Bella e Edward (o produtor Wyck Godfrey interpreta o padre), percebo que conheço Crepúsculo até demais. Não se menospreza o poder de osmose de um produto que ocupa 50% do total de salas de cinema do seu país;
2) O romantismo neoconservador da escritora é muito mais obsessivo do que eu poderia supor. Agora dá pra entender por que o Brasil tem a maior base de fãs da série fora dos EUA, num momento em que o país mais católico do mundo demonstra a extensão do seu reacionarismo… Mas voltemos ao assunto.
Não deixa de ser melancolicamente irônico que o diretor de Amanhecer seja o mesmo de Kinsey. Em seu melhor filme, Bill Condon retornava aos castiços anos 1940 para desmistificar a nossa sexualidade, na figura do “Doutor Sexo” Alfred Kinsey, e nessa comparação Amanhecer representa o absoluto retrocesso. Não é fácil ser mulher - pra saber disso não é preciso ser uma - mas ser uma mulher escrita por Stephenie Meyer é muito pior.
Principalmente porque Amanhecer, embora aparente resgatar figuras de uma certa tradição moral e religiosa (o homem forte e provedor, a mulher frágil mas fértil), na verdade está restabelecendo só os tabus associados a essas figuras.
Primeiro há a figura opressiva do macho. Edward não é “virgem” - oportunamente, o filme começa contando-nos que nos anos 1930 ele caçava mortais para se alimentar -, o que já estabelece entre ele e Bella uma hierarquia que não é somente a do imortal diante da mortal, mas também do homem experiente diante da menina casta de 18 anos. É óbvio que Bella transará, é por isso que ela e todos nós esperamos, mas Meyer e Condon trabalham essa expectativa de forma doentia. Daria pra fazer um ensaio só sobre a fixação por toras; um vampiro carrega uma tora, a casa de madeira na floresta é cercada por árvores grossas, a discussão dos lobos acontece no meio de um monte de toras…
Sendo uma mulher que cresceu na América profunda, é compreensível que as projeções fálicas de Stephenie Meyer envolvam muita lenha, muita rusticidade, mas não tem desserviço maior para as adolescentes do século 21 do que associar o sexo à imagem violenta da madeira (“wood”, em inglês, é também uma gíria para ereção). Diante disso, os outros símbolos canhestros de masculinidade em Amanhecer (os vampiros assistem a futebol americano; os lobisomens, como são “exóticos”, jogam soccer) são inofensiva piada.Por: Luisa
A Saga Crepúsculo: Amanhecer

O filme estreiado nessa quinta-feira dia 17/11/2011, promete lotar as bilheterias e ser recorde de vendas.
Veja a crítica de Bill Condon:

Gosto de pensar que eu estava me guardando para este quarto Crepúsculo, para Amanhecer, com todas as suas promessas de nonsense, como se o útero arrebentado de Bella Swan fosse abrir para mim as portas desse maravilhoso fenômeno fílmico-literário, mas o fato é que eu não vi os filmes anteriores da saga por mero desinteresse.
Sempre houve curiosidade mórbida, claro, mas não era mais forte que a certeza de já ter adivinhado, mesmo sem ver os filmes, todas as obviedades da metáfora central da série, o vampirismo como alegoria da perda da virgindade. Pois eis que assisto a Amanhecer, e as constatações imediatas são duas:

1) Quando reconheço a autora da série, Stephenie Meyer, fazendo uma ponta no início do filme como convidada do casamento de Bella e Edward (o produtor Wyck Godfrey interpreta o padre), percebo que conheço Crepúsculo até demais. Não se menospreza o poder de osmose de um produto que ocupa 50% do total de salas de cinema do seu país;

2) O romantismo neoconservador da escritora é muito mais obsessivo do que eu poderia supor. Agora dá pra entender por que o Brasil tem a maior base de fãs da série fora dos EUA, num momento em que o país mais católico do mundo demonstra a extensão do seu reacionarismo… Mas voltemos ao assunto.

Não deixa de ser melancolicamente irônico que o diretor de Amanhecer seja o mesmo de Kinsey. Em seu melhor filme, Bill Condon retornava aos castiços anos 1940 para desmistificar a nossa sexualidade, na figura do “Doutor Sexo” Alfred Kinsey, e nessa comparação Amanhecer representa o absoluto retrocesso. Não é fácil ser mulher - pra saber disso não é preciso ser uma - mas ser uma mulher escrita por Stephenie Meyer é muito pior.

Principalmente porque Amanhecer, embora aparente resgatar figuras de uma certa tradição moral e religiosa (o homem forte e provedor, a mulher frágil mas fértil), na verdade está restabelecendo só os tabus associados a essas figuras.

Primeiro há a figura opressiva do macho. Edward não é “virgem” - oportunamente, o filme começa contando-nos que nos anos 1930 ele caçava mortais para se alimentar -, o que já estabelece entre ele e Bella uma hierarquia que não é somente a do imortal diante da mortal, mas também do homem experiente diante da menina casta de 18 anos. É óbvio que Bella transará, é por isso que ela e todos nós esperamos, mas Meyer e Condon trabalham essa expectativa de forma doentia. Daria pra fazer um ensaio só sobre a fixação por toras; um vampiro carrega uma tora, a casa de madeira na floresta é cercada por árvores grossas, a discussão dos lobos acontece no meio de um monte de toras…

Sendo uma mulher que cresceu na América profunda, é compreensível que as projeções fálicas de Stephenie Meyer envolvam muita lenha, muita rusticidade, mas não tem desserviço maior para as adolescentes do século 21 do que associar o sexo à imagem violenta da madeira (“wood”, em inglês, é também uma gíria para ereção). Diante disso, os outros símbolos canhestros de masculinidade em Amanhecer (os vampiros assistem a futebol americano; os lobisomens, como são “exóticos”, jogam soccer) são inofensiva piada.
Por: Luisa

(Source: mariflaeleh)

0 notes

Fisica- Projeto Vulnerabilidades-tarefa 6

 

Transcriçao do audio do video:

Essa ferramenta, a pinca, deve ser feita no metal para cumprir seu papel com eficiencia, porem nos fizemos apenas seu prototipo. Para isso utilizamos duas tira de papelao, na primeira desenhamos o molde de uma das partes da pinca, cortamos esse molde e o utilizamos para fazer o outro lado,  colocamos a primeira parte pronta sobre a segunda tira de papelao e a contornamos e cortamos para que os dois lados ficassem iguais, com os dois lados prontos da pinça, grampeamos a parte de  baixo para unirmos as duas partes. O prototipo fica pronto.

Essa pinça com tamanho maior do que o normal, ajudara os bombeiros a retirar objetos de varios tamanhos e formas possivelmente infectados com segurança tanto para a vitima quanto para eles da cena do acidente.

0 notes

Água

INTRODUÇÃO

O que seria de Brasilia, do Brasil, do mundo, sem água? Um elemento químico formado por três átomos representa cerca de 70% da superfície terrestre, sendo que menos de 3% deste volume é água doce, e ainda, a maior parte dessa pequena porcentagem esta concentrada em geleiras, restando assim uma pequena parcela para e utilização humana. A água é fundamental para a vida de todos os seres vivos e ainda assim, está havendo um grande desperdício desse recurso natural, pois seu uso esta sendo principalmente utilizado nas atividades econômicas como, agricultura e industrial. A poluição hídrica também é um grande fator a ser levado em consideração nesta situação apavorante. Diante de tudo isso, foi proposto que através de pesquisas e testes, os 1° anos deveriam apresentar estratégias para a produção de água potável utilizando materiais domésticos.

       

MATERIAIS UTILIZADOS:

- Duas laranjas maduras (que contenham bastante suco);

- um filtro de papel (utilizado para filtrar café);

- Três béquers (de três tamanhos diferentes)

       

 

PROCEDIMENTO EXPERIMENTAL:

Nossa proposta foi transformar o suco da laranja em água potável, uma experiência simples, segura e prática. Primeiro retiramos todo suco existente na laranja (esprememos com as próprias mãos), depois fixamos o filtro no menor béquer e colocamos esse suco para ser filtrado; após alguns minutos, todo o suco encontrava-se no béquer. Ascendemos o aquecedor do laboratório (pode ser feito em fogão com fogo bem baixo) e deixamos que esquentasse um pouco. Colocamos o menor béquer (com o suco) dentro do maior béquer e sobre o menor colocamos o outro béquer virado do lado contrário e colocamos o conjunto no fogo. Após alguns minutos, o suco começou a ferver e a água, em estado gasoso, começou a evaporar de dentro do primeiro béquer. Ao entrar em contato com o fundo do béquer (de vidro) que estava por cima do béquer menor, a água começou a precipitar-se (forma liquida) e a cair diretamente sobre o béquer maior; e assim propusemos uma estratégia para a criação de água potável.

 

 

 

 

CONCLUSÃO

Nos encontramos numa situação alarmante quando discutimos sobre água e seu futuro. Diante do medo, a educação jovem esta sendo voltada para a preservação ambiental e o desenvolvimento sustentável; através de atividades como essa, é possível percebermos o quanto a água é importante para nosso cotidiano, e quais são as diferentes maneiras de obtê-la. Ainda há tempo de concertar o que esta acontecendo, basta a conscientização alcançar a todos. Enquanto isso não acontece, o que se pode fazer é pensar em medidas que você pode fazer para ajudar na diminuição dos impactos, além de buscar novas estratégias para uma nova geração.

0 notes

A pele do lobo

     A peça “A pele do lobo” conta a historia de Cardoso, um subdelegado que diz ter aceitado este cargo por status (um fator muito importante naquela epoca). Esta peça é realista.

     Na historia, a mulher do subdelegdo cardoso, nao deixa evidente se apoia ou nao o cargo do marido. Em certa parte da historia, amalia e cardodoso estao saimdo para um casamento, quando aparece um hom dizendo que havia sido roubado. Porem, no cargo de subdelegado, se tem que atender a populacao a qualquer hora do dia.

    Assim, ao ouvir a historia do homem e do suposto culpado, cardoso se estressa por estar atrasado para sua festa e manda o homem embora, comecando uma briga.

0 notes

Artes Visuais- Obra Idade Média

O Jardim das Delícias (1500), tríptico de Hieronymus Bosch.

Essa obra pertence ao século XX, neste período as concepções estéticas de valorização da cultura greco-romana chegaram a diversas regiões da Europa, não se restringindo apenas à Península Itálica. Nessas outras regiões ocorreram diversos conflitos entre as formas artísticas nacionais e as novas tendências. Diante de tudo isso, foi a pintura que, fora na Península Itálica, melhor refletiu a nacionalização e o espírito humanista particular do momento que estavam vivendo, o Renascimento. Bosch criou um estilo inconfundível. Sua pintura é rica em símbolos da astrologia, da alquimia e da magia, porém nem todos os elementos podem ser decifrados, pois as formas de seus desenhos  são muitas vezes existentes apenas em sonhos, delírios e muita imaginação.

É difícil decifrar o tema dessa obra ou dizer qual foi a intenção de Bosch ao fazê-la, porém diante de todos os temas que ele costuma tratar, na minha opinião o autor entrou em conflito com os acontecimentos da Idade Média. Pensamento teocêntrico gerou uma grande tensão no período, a busca de uma vida ascética e o sentimento dos prazeres matérias eram dois pontos que as pessoas tinham que lidar na época e nem sempre sabiam como. No painel esquerdo o artista demonstra a criação do homem através de Adão e Eva, porém em um cenário bem diferente do qual é retratado nas passagens bíblicas. O painel central, composto por diversos seres vivos, mostra uma espécie de movimento estranho e particular que estão sendo feitos.. E por fim o painel da direita mostra uma espécie de medo, o inferno.

0 notes

Projeto Vulnerabilidades- TAREFA 5

Pé de cabra:

1.   

 

2.    O pé-de-cabra é um tipo de alavanca de metal que possui uma das pontas semelhante a um pé de cabra.  Basicamente sua função é ampliar forças e é utilizado para arrancar pregos, abrir caixas de madeira portas e cofres. É um maquina simples constituída por um corpo solido e solicitado por três forças: uma força é a de reação ao ponto de apoio, localizada entre duas outras forças: a foça resistente e a força motora que tendem a faze girar a alavanca em sentidos diferentes.

A equação fundamental das alavancas é: 

onde:

§  Fp é a força potente;

§  Fr é a força resistente;

§  BP é o braço potente;

§  BR é o braço resistente.

 

 

3.    Podemos dizer que a utilidade dessa alavanca está no fato de ampliar nossa força. A eficiência de uma alavanca para mover uma resistência é dada pela vantagem mecânica:

braço de força - distância do eixo até a força

braço de resistência - distância do eixo até a resistência

 

 

•          Vm = 1 -  a força necessária para movimentar uma resistência é exatamente igual à resistência.

•          Vm > 1 - a força necessária para movimentar uma resistência é menor do que a resistência.

•           Vm < 1 -  a força necessária para movimentar uma resistência é maior do que a resistência

4.    Alavanca interfixa.

Tesoura:

1.

2. A tesoura é formada pela associaçao de duas alavancas, simples interfixas conectadas pelo mesmo ponto de apoio. O poder de corte de uma tesoura esta associado a pressao.

A pressão de uma força aplicada sobre uma superfície depende não só do valor da força, como da área na qual a força é distribuída. A pressão é dada pela razão entre a força aplicada sobre uma superfície e a área dessa superfície. 

Uma mesma força pode produzir diferentes pressões, dependendo da área na qual ela irá atuar. Se essa área é muito pequena, podemos obter grandes pressões, mesmo com forças pequenas. Esse é o segredo das tesouras! 

Uma tesoura é capaz de cortar porque a área na qual a força é exercida é muito pequena, o que acarreta um grande pressão sobre o objeto. Por esse motivo, para manter uma tesoura com seu poder de corte.

A equação fundamental das alavancas é: 

onde:

§  Fp é a força potente;

§  Fr é a força resistente;

§  BP é o braço potente; e

§  BR é o braço resistente.

3.  Vantagem mecanica de uma alavanca qualquer é  a razão  entre  a resistência e a força motriz a ela aplicada, estando a máquina em equilíbrio.

VM = F. Potente  /  F. resistente

•          Vm = 1 -  a força necessária para movimentar uma resistência é exatamente igual à resistência.

•          Vm > 1 - a força necessária para movimentar uma resistência é menor do que a resistência.

•           Vm < 1 -  a força necessária para movimentar uma resistência é maior do que a resistência

 

5.    Alavanca inter fixa

Alicate:

 

1.   

 

2.    O alicate é uma ferramenta que utiliza o torque para facilitar trabalhos. Ele amplia a força exercida no cabo e a aplica pela pinça numa peça qualquer. 

0 notes

Celulose , um novo biocombustível para o futuro.

Pesquisadores norte-americanos concluiram que uma nova fonte de energia está por vir , a celulose. O novo combustível que é totalmente renovável , tem apenas um problema , a dificuldade de sua retirada de sua matéria prima : a madeira.Como a dificuldade é muito grande , pois a celulose precisa passar por várias etapas para a retirada de seua energia , e muito pouco seria retirado de cada arvore , os cientistas estão criando arvores trangenicas para facilitar o processo . Epero que tudo de certo , pois não da pra viver so usando uma fonte de energia que está se esgotando….

1 note


A corrupção está presente no dia a dia de todos, desde os políticos que lideram e governam o nosso país, até as pessoas que compram e vendem coisas falsificadas.As pessoas andam muito revoltadas com a corrupção que está acontecendo no nosso país, estão fazendo passeatas e marchas. Isso é uma coisa boa, mas a maioria das pessoas que estão indo à esses eventos não sabem realmente o por que, ou sabem, mas falam que tudo é culpa do governo.Quando alguém vai à uma marcha assim, e depois tenta se safar sem consequências de um dever não feito, por exemplo, essa pessoa está se contradizendo. Afinal, corrupção não é só o governo que pratica roubando o povo.Não adiana querer que o governo mude se nós mesmos não mudarmos, são como os pequenos atos que se tem grandes efeitos. Foi o povo que colocou esses políticos onde eles estão, eles são apenas reflexos do povo que governa, se não mudarmos eles também não mudarão.Texto de Mariana SeveroPostado por: Luisa e Carolina

A corrupção está presente no dia a dia de todos, desde os políticos que lideram e governam o nosso país, até as pessoas que compram e vendem coisas falsificadas.
As pessoas andam muito revoltadas com a corrupção que está acontecendo no nosso país, estão fazendo passeatas e marchas. Isso é uma coisa boa, mas a maioria das pessoas que estão indo à esses eventos não sabem realmente o por que, ou sabem, mas falam que tudo é culpa do governo.
Quando alguém vai à uma marcha assim, e depois tenta se safar sem consequências de um dever não feito, por exemplo, essa pessoa está se contradizendo. Afinal, corrupção não é só o governo que pratica roubando o povo.
Não adiana querer que o governo mude se nós mesmos não mudarmos, são como os pequenos atos que se tem grandes efeitos. Foi o povo que colocou esses políticos onde eles estão, eles são apenas reflexos do povo que governa, se não mudarmos eles também não mudarão.
Texto de Mariana Severo
Postado por: Luisa e Carolina

(Source: mariflaeleh)

0 notes

A morte a porta-estandarte

 Garota de 23 anos é morta neste domingo de carnaval.

     Neste domingo de carnaval, Rosa da Silva, 23 anos, porta-estandarte do carro “Cemiterio da folia”, ironicamente teve o seu carro, que ja tinha um tema de cemiterio, tranformado em seu túmulo.

     Rosa foi assassinada por João Rei, 25 anos, que lhe atirou uma pedra, não muito grande, mas, por ela estar dançando em um lugar pequeno e alto, acabou caindo de cabeça e morrendo.

     João não quis prestar nenhum depoimento, mas, assim que viu Rosacaindo, saiu correndo chorando atrás dela, como se não quisesse que ela tivesse se acidentado.

     O assassino foi levado por alguns policiais direto para a delegacia e Rosa foi dada como morta na hora pelos bombeiros que estavam no local.

     Foi uma linda festa que acabou terminando em uma horrível tragédia.